Polícia

Golpista acusa homem de pedofilia e cobra R$ 6 mil para não fazer denúncia

Na sexta-feira (19), homem de 40 anos morador em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, procurou a polícia por ser vítima de extorsão. Ele recebeu ligações de um número do Rio Grande do Sul e foi obrigado a pagar R$ 6 mil para um suposto pai de vítima de pedofilia. Segundo o registro, […]

Renata Portela Publicado em 20/06/2020, às 07h11 - Atualizado às 08h12

None

Na sexta-feira (19), homem de 40 anos morador em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, procurou a polícia por ser vítima de extorsão. Ele recebeu ligações de um número do Rio Grande do Sul e foi obrigado a pagar R$ 6 mil para um suposto pai de vítima de pedofilia.

Segundo o registro, o homem tem recebido várias ligações do mesmo número de outro estado. No entanto, até o momento não tinha atendido, mas decidiu retornar a ligação. Um outro homem atendeu e disse que tem ligações que a vítima teria feito para a filha dele, menor de idade.

Além disso, o suspeito chegou a dizer que tinha mensagens pornográficas enviadas pelo homem e que ele deveria pagar R$ 6 mil, pois era o valor que ele estava pagando pelo tratamento psicológico da filha por conta da situação. A vítima foi até a delegacia, negou ter feito qualquer tipo de coisa parecida e o caso foi registrado como extorsão.

Jornal Midiamax