Polícia

Fuga na fronteira provoca reforço de policiamento em Dourados

O policiamento em Dourados foi reforçado desde o último domingo (19) em decorrência da fuga em massa na penitenciária de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã. A preocupação das autoridades é que a cidade pode ser escolhida como destino dos foragidos. Além disso, as estradas que dão acesso às divisas do […]

Marcos Morandi Publicado em 20/01/2020, às 07h51 - Atualizado às 08h03

None

O policiamento em Dourados foi reforçado desde o último domingo (19) em decorrência da fuga em massa na penitenciária de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã. A preocupação das autoridades é que a cidade pode ser escolhida como destino dos foragidos. Além disso, as estradas que dão acesso às divisas do Mato Grosso do Sul estão boqueadas.

Segundo a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), as fiscalizações estão sendo realizadas em todas as rodovias que ligam o país vizinho, além das divisas com os estados. Conforme a Sejusp, o objetivo é de verificar se dentre os ocupantes dos veículos está algum dos foragidos.

Os policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) estão responsáveis pela fiscalização de estradas vicinais, a Polícia Rodoviária Estadual verifica as rodovias estaduais e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) faz as checagens nas rodovias federais, de acordo com o secretário da Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antonio Carlos Videira.

Desde a madrugada do domingo, quando o estado foi comunicado sobre a fuga,  a Sejusp intensificou o policiamento na fronteira com o envio de mais de  mais de 200 policiais de várias forças, além de um helicóptero para ajudar nas buscas aos fugitivos. Videira também confirmou que o policiamento foi reforçado em Dourados, maior cidade da região e possível destino dos foragidos.

Jornal Midiamax