Fone de ouvido com defeito virou caso de polícia nesta segunda-feira (20), em Campo Grande, após discussão entre comerciantes e cliente. Se sentindo lesado, o consumidor registrou boletim de ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro, por vias de fato.

Conforme o registro policial, o homem de 40 anos informou que pagou R$ 120 no fone em uma loja na área central. No entanto, o produto apresentou problemas e ele voltou ao estabelecimento para fazer a devolução e pedir o dinheiro de volta. Porém, ele alega que os responsáveis pela loja se recusaram.

Os comerciantes teriam alegado, conforme a versão do cliente, que não poderiam devolver o dinheiro, pois já havia emitido nota fiscal. Por este motivo, o cliente passou a fazer reclamações e a filmar dentro da loja com o celular, oportunidade em que foi interrompido por seguranças que, supostamente, teriam jogado o aparelho dele no chão.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, houve discussão e empurra-empurra, mas ninguém se feriu. Por este motivo, a vítima acionou a Polícia Civil, que registrou o caso como vias de fato.