Polícia

Falso frete: caminhoneiro é mantido em cárcere por 14 horas por bandidos

Um caminhoneiro de 34 anos acabou sendo vítima do falso frete, em Campo Grande, nesta quinta-feira (25). Ele ficou em poder dos bandidos por aproximadamente 14 horas. O caminhão e dinheiro foram levados pelos ladrões. A vítima contou que chegou na cidade na quarta-feira (24) e descarregou numa carga para uma empresa e depois entrou […]

Thatiana Melo Publicado em 26/06/2020, às 06h09

Vítima não soube dizer sobre as características dos bandidos (Ilustrativa)
Vítima não soube dizer sobre as características dos bandidos (Ilustrativa) - Vítima não soube dizer sobre as características dos bandidos (Ilustrativa)

Um caminhoneiro de 34 anos acabou sendo vítima do falso frete, em Campo Grande, nesta quinta-feira (25). Ele ficou em poder dos bandidos por aproximadamente 14 horas. O caminhão e dinheiro foram levados pelos ladrões.

A vítima contou que chegou na cidade na quarta-feira (24) e descarregou numa carga para uma empresa e depois entrou em um grupo de WhatsApp para procurar um novo frete, sendo que um homem identificado como Valter contratou os serviços dele marcando para a quinta-feira (25) o carregamento da carga, no Núcleo Industrial.

Na manhã seguinte, o homem procurou o caminhoneiro e seguiram para o Núcleo Industrial, senso que o bandido fez a vítima entrar em uma estrada rural quando anunciou o assalto, mandando que o caminhoneiro deitasse no assoalho de um veículo Volkswagen Fox.

Ele, então, foi levado para o cativeiro onde ficou em poder dos bandidos por cerca de 14 horas quando foi liberado no bairro Antônio Vendas. Na delegacia, ele disse que não foi ameaçado e nem agredido, e que os bandidos levaram o caminhão e R$ 1.800. Ele não soube dizer sobre as características dos autores.

Jornal Midiamax