Polícia

Empresário é multado em R$ 10 mil por destruir área protegida de morro para terraplangem

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um empresário em R$ 10 mil por destruir área protegida de morro para terraplangem em expansão de oficina mecânica. Policiais ambientais receberam denúncias, de que um empresário estaria destruindo a encosta de um morro (Área de Preservação Permanente), dentro da cidade de Camapuã e o autuou por destruir área […]

Diego Alves Publicado em 13/10/2020, às 22h59

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA - Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um empresário em R$ 10 mil por destruir área protegida de morro para terraplangem em expansão de oficina mecânica. Policiais ambientais receberam denúncias, de que um empresário estaria destruindo a encosta de um morro (Área de Preservação Permanente), dentro da cidade de Camapuã e o autuou por destruir área protegida por lei.

A PMA informa que foi ao local e verificou a veracidade da denúncia. O infrator realizava com uso de uma máquina pá-carregadeira a retirada e terraplanagem da encosta de um morro para ampliação da área de sua oficina mecânica, degradando a área protegida sem autorização ambiental. As atividades foram interditadas e a máquina foi apreendida.

O empresário, residente em Camapuã, foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil. Ele também responderá por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção. O autuado foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada, junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax