Polícia

Depois de atravessar Jeep para a Bolívia, quadrilha acaba preso quando tentava embarcar para SP

Três foram presos nesta quinta-feira (12), depois de atravessarem um Jeep Renegade para a Bolívia fronteira com Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande. O veículo havia sido alugado pela quadrilha que é de São Paulo. Todos passam por audiência de custódia nesta sexta-feira (13). O trio foi preso quando tentava embarcar para São Paulo […]

Thatiana Melo Publicado em 13/11/2020, às 10h28

(Arquivo)
(Arquivo) - (Arquivo)

Três foram presos nesta quinta-feira (12), depois de atravessarem um Jeep Renegade para a Bolívia fronteira com Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande. O veículo havia sido alugado pela quadrilha que é de São Paulo. Todos passam por audiência de custódia nesta sexta-feira (13).

O trio foi preso quando tentava embarcar para São Paulo depois de atravessar o Jeep Renegade para a Bolívia. Eles estavam com dinheiro da venda do carro. Um dos presos já estava com mandado de prisão por um roubo de carro em Coronel Sapucaia.

Uma das mulheres presas disse que estava com o casal para ir até um casamento em Miranda, e que o Jeep havia sido alugado por R$ 900 na última terça-feira (10). Mas, quando chegara em Miranda não conseguiram contato com a noiva seguindo para Corumbá, onde conheciam uma pessoa.

Ela ainda disse que o carro foi estacionado próximo a uma churrascaria e quando voltaram o Jeep havia sumido, então, decidiram voltar a pé para o hotel onde estavam na cidade. De lá voltaram para Campo Grande para depois pegar um ônibus para ir até São Paulo.

Jornal Midiamax