Polícia

Delegado com coronavírus sai de UTI, mas continua internado em hospital paulista

O delegado da cidade de Angélica em Mato Grosso do Sul, Valter Guelssi, 51, que estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, recebeu alta da UTI ocupando um leito clínico na unidade de saúde. Ele foi diagnosticado com coronavírus no dia 17 de julho. Após a sua […]

Thatiana Melo Publicado em 24/08/2020, às 07h42 - Atualizado às 10h20

(Reprodução)
(Reprodução) - (Reprodução)

O delegado da cidade de Angélica em Mato Grosso do Sul, Valter Guelssi, 51, que estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, recebeu alta da UTI ocupando um leito clínico na unidade de saúde. Ele foi diagnosticado com coronavírus no dia 17 de julho.

Após a sua alta da UTI informações passadas da família para o site Jornal da Nova são de que o médico deve receber alta hospitalar em breve. O delegado ainda teve de fazer sessões de hemodiálise depois da doença atacar os rins.

Diagnosticado com o novo coronavírus no último dia 23 de julho, o delegado estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional em Nova Andradina, sendo transferido para São Paulo por opção da família.

O delegado chegou no hospital, no dia 25 de julho. Um avião com uma junta médica do Einstein pousou na pista do aeroporto do frigoríficoJBS na cidade, foi até ao HR com apoio da viatura do Corpo de Bombeiros e escolta de viaturas da Polícia Civil.

Jornal Midiamax