Polícia

Deflagrada pela Polícia Civil, Operação Luz do Pantanal mira gatos de energia 

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (14) na cidade Aquidauana, a cerca de 135 quilômetros de Campo Grande, a Operação Luz do Pantanal, com objetivo de combater o desvio de energia elétrica. Ao todo, participam três delegados, 15 investigadores, peritos criminais e funcionários da concessionária Energia. O grupo saiu às ruas para identificar fraudes em […]

Renan Nucci Publicado em 15/10/2020, às 13h22 - Atualizado às 17h45

Policiais e funcionário de energia durante operação. Foto: Divulgação
Policiais e funcionário de energia durante operação. Foto: Divulgação - Policiais e funcionário de energia durante operação. Foto: Divulgação

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (14) na cidade Aquidauana, a cerca de 135 quilômetros de Campo Grande, a Operação Luz do Pantanal, com objetivo de combater o desvio de energia elétrica.

Ao todo, participam três delegados, 15 investigadores, peritos criminais e funcionários da concessionária Energia. O grupo saiu às ruas para identificar fraudes em medidores em imóveis suspeitos.

O trabalho flagrou diversas irregularidades que se enquadram no crime de furto de energia, conhecido popularmente por ‘gato’, que tem como objetivo diminuir o valor das contas. Os responsáveis foram autuados.

“O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal brasileiro. Além disso, pode causar acidentes fatais. Frisa-se que parte do valor da energia furtada é dividida entre todos os outros clientes, o que encarece a conta de todos”, explicou a polícia em nota. 

Jornal Midiamax