Polícia

Morre criança de 4 anos que foi baleada por homem que se matou na igreja

Beatriz dos Santos, 4 anos, baleada com um tiro na cabeça na noite de domingo (12) durante o sangrento ataque promovido por Rosemir Fernandes, 52 anos, morreu nesta quarta-feira (15) no Hospital Universitário. O crime ocorreu no último domingo (12), dia em que Rosemir matou a ex-companheira, atirou em outras seis pessoas e cometeu suicídio. […]

Dayene Paz Publicado em 15/07/2020, às 16h08 - Atualizado em 16/07/2020, às 12h02

Corpo do homem retirado de dentro da igreja. (Foto: Sidnei Bronka).
Corpo do homem retirado de dentro da igreja. (Foto: Sidnei Bronka). - Corpo do homem retirado de dentro da igreja. (Foto: Sidnei Bronka).

Beatriz dos Santos, 4 anos, baleada com um tiro na cabeça na noite de domingo (12) durante o sangrento ataque promovido por Rosemir Fernandes, 52 anos, morreu nesta quarta-feira (15) no Hospital Universitário. O crime ocorreu no último domingo (12), dia em que Rosemir matou a ex-companheira, atirou em outras seis pessoas e cometeu suicídio.

Beatriz estava no hospital desde o dia do crime, após ser socorrida em estado gravíssimo. Ela não resistiu ao ferimento. Na noite de domingo, Rosemir baleou outra criança, que já recebeu alta.

De acordo com o Dourados News, Rosemir matou a ex-mulher, Lucineide Maria dos Santos Ortega, 51 anos, com um tiro nas costas. Depois, ele percorreu outros locais deixando um rastro de destruição ao fazer mais vítimas e cometeu suicídio no altar da igreja São José.

O ataque começou na Rua Rangel Torres, no Jardim Santa Brígida, onde foram baleadas Lucineide, primeira vítima fatal, Luzia Gonçalves Ortega, 32 anos, no tórax, e Dhionatan Santos Ortega, de 20 anos, na perna.

Rosemir Fernandes atingiu ainda Beatriz na cabeça e outra menina, de 10 anos, no tórax. A mãe da segunda vítima fatal também foi atacada, mas conseguiu fugir. Perseguida pelo atirador, só não foi morta porque ele ficou sem munição, mas foi agredida com uma coronhada.

Jornal Midiamax