Polícia

Corpo de mecânico é encontrado em avançado estado de decomposição em oficina

O corpo de Mauricio Franco da Silva de 43 anos foi encontrado nesta terça-feira (3), em Sidrolândia a 70 quilômetros de Campo Grande, por um colega de trabalho, que desconfiou de seu sumiço. Informações passadas são de que Mauricio não era visto desde a última quinta-feira (30), sendo que estranhando seu sumiço um colega de […]

Thatiana Melo Publicado em 04/11/2020, às 11h58

None

O corpo de Mauricio Franco da Silva de 43 anos foi encontrado nesta terça-feira (3), em Sidrolândia a 70 quilômetros de Campo Grande, por um colega de trabalho, que desconfiou de seu sumiço.

Informações passadas são de que Mauricio não era visto desde a última quinta-feira (30), sendo que estranhando seu sumiço um colega de trabalho foi até a oficina mecânica da vítima e pulou o muro encontrando o corpo de Mauricio, que foi encaminhado para o Imol (Instituto de Odontologia e Medicina Legal) de Campo Grande para atestar causa da morte e saber se há sinais de violência no corpo.

Segundo o pai de Mauricio, ele havia recebido seu salário um dia antes de desaparecer. Também foi dito a polícia, que a vítima era cardíaca e que havia procurado um médico no mês passado. Ele disse também desconhecer se seu filho tinha inimizades.

Jornal Midiamax