Polícia

Coronavírus: 23 guardas já foram infectados em Campo Grande

A Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) confirmou que mais oito guardas civis metropolitanos foram infectados com o coronavírus em Campo Grande. Até o final do mês de junho, o número era 15, totalizando até o momento 23 infectados. A pasta informou que está tendo um olhar atento e sensível aos 250 guardas […]

Dayene Paz Publicado em 14/07/2020, às 17h23 - Atualizado às 18h46

Divulgação | Guarda Civil Municipal.
Divulgação | Guarda Civil Municipal. - Divulgação | Guarda Civil Municipal.

A Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) confirmou que mais oito guardas civis metropolitanos foram infectados com o coronavírus em Campo Grande. Até o final do mês de junho, o número era 15, totalizando até o momento 23 infectados.

A pasta informou que está tendo um olhar atento e sensível aos 250 guardas – atuantes de forma alternada em Campo Grande -, que contam com equipamentos de proteção individual.

Na linha de frente

Desde o início da pandemia e toque de recolher em Campo Grande, os guardas fazem operações contra os ‘vacilões da quarentena’. Somente nesta segunda-feira (13), 225 pessoas foram flagradas nas ruas, sendo orientadas a voltarem para casa.

Ainda foram flagrados 60 estabelecimentos comerciais abertos, sendo que um acabou notificado pela Semadur. Na noite de domingo e madrugada de segunda-feira (13), os agentes acabaram com uma rave que acontecia no bairro Chácara dos Poderes. No local 40 pessoas participavam da festa.

Quatro mortes em 24 horas

Quatro mortes confirmadas entre ontem e hoje em Campo Grande. A Capital já registrou, desde o início da pandemia, 44 vítimas pela Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

O boletim desta terça-feira (14) da SES (Secretaria Estadual de Saúde) aponta que nas últimas 24 horas foram, também, confirmados 196 novos casos na cidade, que chegou a 4.836 doentes no total.

Jornal Midiamax