Polícia

Nem número de mortes por coronavírus convence ‘vacilões da quarentena’ flagrados nas ruas

Nem mesmo o número alto de mortes pelo coronavírus que já passou dos 164 óbitos conseguiu convencer os ‘vacilões da quarentena’ que insistem em ficar nas ruas após o toque de recolher imposto em Campo Grande. Durante as fiscalizações de agentes da guarda municipal nas sete regiões de Campo Grande foram flagradas 225 pessoas nas […]

Thatiana Melo Publicado em 14/07/2020, às 09h19

(Divulgação Guarda Municipal)
(Divulgação Guarda Municipal) - (Divulgação Guarda Municipal)

Nem mesmo o número alto de mortes pelo coronavírus que já passou dos 164 óbitos conseguiu convencer os ‘vacilões da quarentena’ que insistem em ficar nas ruas após o toque de recolher imposto em Campo Grande.

Durante as fiscalizações de agentes da guarda municipal nas sete regiões de Campo Grande foram flagradas 225 pessoas nas ruas, sendo elas orientadas a voltarem para suas casas. Ainda foram flagrados 60 estabelecimentos comerciais abertos, sendo que um acabou notificado pela Semadur.

Na noite de domingo e madrugada de segunda-feira (13), os agentes acabaram com uma rave que acontecia no bairro Chácara dos Poderes. No local estavam 40 pessoas participando da festa.

toque de recolher foi instituído depois do avanço do coronavírus na Capital, onde não pode ter circulação de pessoas e estabelecimentos comerciais abertos das 20 horas até as 5 horas do dia seguinte.

Jornal Midiamax