Polícia

‘Coronafest’ tinha som alto e adolescentes embriagados durante quarentena

Uma mulher de 34 anos foi presa por promover uma festa com som alto na noite desta quarta-feira (6), em Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande, durante período de quarentena e isolamento social. No local, a Polícia Militar constatou que ela fornecia bebidas alcoólicas a menores de idade. Tudo começou com denúncia de que […]

Renan Nucci Publicado em 07/05/2020, às 14h47 - Atualizado em 08/05/2020, às 13h53

Garrafas de bebidas alcoólicas apreendidas no local. Foto: Divulgação
Garrafas de bebidas alcoólicas apreendidas no local. Foto: Divulgação - Garrafas de bebidas alcoólicas apreendidas no local. Foto: Divulgação

Uma mulher de 34 anos foi presa por promover uma festa com som alto na noite desta quarta-feira (6), em Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande, durante período de quarentena e isolamento social. No local, a Polícia Militar constatou que ela fornecia bebidas alcoólicas a menores de idade.

Tudo começou com denúncia de que a festa estava incomodando a vizinhança. Os policiais foram ao local e lá constataram o aglomerado de pessoas, uma vez que o tipo de evento está proibido na cidade por força de Decreto Municipal que visa combater e prevenir a proliferação do coronavírus (Covid-19).

A proprietária da residência disse que estava realizando sua festa de aniversário e que não queria interferência da PM, pois se trava de um momento familiar. Enquanto os policiais falavam com ela, as pessoas que lá estavam começaram a se dispersar, muito delas menores de idade, que foram aos fundos da residência para pular o muro e fugir.

Porém, dois adolescentes foram abordados e foi constatado que haviam consumido bebida alcoólica. A proprietária da residência foi presa pelos crimes de servir bebida alcoólica a menor, desobediência e pela infração de medida sanitária preventiva, sendo ela encaminhada para Delegacia de Polícia Civil.

Jornal Midiamax