Polícia

Comprador negocia videogame com suposto policial militar e acaba caindo em golpe

Na manhã desta quarta-feira (23), morador em Campo Grande procurou a polícia para relatar que foi vítima de estelionato ao negociar um videogame. Ele daria o aparelho de presente de Natal para o filho, mas acabou perdendo o dinheiro ao tentar comprar de um suposto policial militar. Segundo o registro, no dia 13 o homem […]

Renata Portela Publicado em 23/12/2020, às 11h36 - Atualizado às 12h22

Caso foi registrado da Depac Cepol (Foto: Henrique Arakaki)
Caso foi registrado da Depac Cepol (Foto: Henrique Arakaki) - Caso foi registrado da Depac Cepol (Foto: Henrique Arakaki)

Na manhã desta quarta-feira (23), morador em Campo Grande procurou a polícia para relatar que foi vítima de estelionato ao negociar um videogame. Ele daria o aparelho de presente de Natal para o filho, mas acabou perdendo o dinheiro ao tentar comprar de um suposto policial militar.

Segundo o registro, no dia 13 o homem pesquisava o videogame em um site de compra e venda, quando encontrou o anúncio. Ele então trocou número com o vendedor, que se apresentou como policial militar e até mesmo enviou uma foto da carteira funcional da Polícia Militar do Mato Grosso.

No entanto, o suspeito disse que morava em Rio Negro. Após fecharem negócio, a vítima fez o depósito de R$ 464 e o suspeito disse que enviaria o videogame no dia seguinte. Já no outro dia, o rapaz percebeu que foi bloqueado no WhatsApp pelo suposto vendedor.

O caso é tratado como estelionato e foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.

Jornal Midiamax