Polícia

Com traumatismo craniano, homem morre após ser atropelado na fronteira

Luiz Alexandre Duartes, de 43 anos, morreu na sexta-feira (13) no Hospital da Vida de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, após ter sido supostamente atropelado em Amambai, na fronteira com o Paraguai. A Polícia Civil investiga o caso como morte a esclarecer. Conforme apurado, ele teria sido socorrido e encaminhado à unidade de […]

Renan Nucci Publicado em 14/11/2020, às 06h31 - Atualizado às 13h12

Vítima faleceu no Hospital da Vida.(Foto: A.Frota).
Vítima faleceu no Hospital da Vida.(Foto: A.Frota). - Vítima faleceu no Hospital da Vida.(Foto: A.Frota).

Luiz Alexandre Duartes, de 43 anos, morreu na sexta-feira (13) no Hospital da Vida de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, após ter sido supostamente atropelado em Amambai, na fronteira com o Paraguai. A Polícia Civil investiga o caso como morte a esclarecer.

Conforme apurado, ele teria sido socorrido e encaminhado à unidade de saúde em vaga zero, com traumatismo craniano e várias lesões pelo corpo. Testemunhas relataram que ele seria um andarilho e que havia sido atropelado, no entanto, a polícia apura tais informações.

O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) e depois seria encaminhado para Paranhos, para ser sepultado próximo dos familiares. Ainda não há detalhes como as circunstâncias do acidente que ocasionaram a morte. O caso está sendo apurado.

Jornal Midiamax