Polícia

Acusado de matar dona de restaurante com facadas no pescoço, ‘Cebolinha’ é preso pela polícia

Foi preso na manhã desta terça-feira (14) o acusado de matar a comerciante Liane Aparecida de Arruda, de 51 anos, encontrada morta na manhã de domingo (12). Fabiano Velasques, de 28 anos, conhecido como ‘Cebolinha’ e que estava foragido foi encontrado em um motel pelos policiais. Ele estava sozinho em um dos quartos do motel, […]

Thatiana Melo Publicado em 14/07/2020, às 12h39 - Atualizado às 16h14

(Foto: Diário Corumbaense)
(Foto: Diário Corumbaense) - (Foto: Diário Corumbaense)

Foi preso na manhã desta terça-feira (14) o acusado de matar a comerciante Liane Aparecida de Arruda, de 51 anos, encontrada morta na manhã de domingo (12). Fabiano Velasques, de 28 anos, conhecido como ‘Cebolinha’ e que estava foragido foi encontrado em um motel pelos policiais.

Ele estava sozinho em um dos quartos do motel, quando foi preso pelos policiais segundo o site Diário Corumbaense. Os detalhes da prisão e nem o depoimento de Fabiano foram revelados pela polícia que havia descartado mais autores para o crime. O autor ficou cerca de 30 minutos dentro da casa da comerciante, no dia do assassinato.

Nestes 30 minutos que ficou dentro da casa de Liane, o autor rendeu a comerciante e cobriu uma das câmeras de segurança com uma toalha de mesa. Depois de matar a vítima com oito facadas no pescoço, o bandido fugiu levando o carro, dinheiro e joias, além do gabinete do computador que gravava as imagens de dentro do restaurante.

Entenda o caso

Acusado de matar dona de restaurante com facadas no pescoço, 'Cebolinha' é preso pela polícia
Corpo da vítima foi encontrado pela irmã e um funcionário (Foto: Diário Corumbaense)

O corpo de Liane Arruda foi encontrado na manhã de domingo (12), após um funcionário estranhar a demora da comerciante em abrir o estabelecimento. A testemunha chegou por volta das 7 horas e depois de esperar, foi até a casa da irmã de Liane. Assim, com a ajuda de outras pessoas, conseguiram entrar na casa da vítima.

Eles começaram a procurar por Liane, até que a encontraram morta em um dos cômodos. A princípio a informação é de que o dinheiro que estava no cofre e na bolsa e as joias foram roubados. Ainda havia envelopes de depósito bancário espalhados no quarto.

Jornal Midiamax