Polícia

Caso de polícia: Rapaz expõe fotos íntimas da ex em grupo de WhatsApp após término

Um rapaz de 28 anos foi denunciado por expor fotos íntimas da ex-namorada, também de 28 anos, em um grupo de WhatsApp. Ele é morador em Bela Vista, a 324 quilômetros de Campo Grande, e teria cometido o crime após a mulher terminar o relacionamento. Conforme o registro feito na delegacia, a vítima namorou com […]

Renata Portela Publicado em 01/09/2020, às 15h36 - Atualizado em 02/09/2020, às 09h20

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Um rapaz de 28 anos foi denunciado por expor fotos íntimas da ex-namorada, também de 28 anos, em um grupo de WhatsApp. Ele é morador em Bela Vista, a 324 quilômetros de Campo Grande, e teria cometido o crime após a mulher terminar o relacionamento.

Conforme o registro feito na delegacia, a vítima namorou com o autor por um ano e 5 meses, mas na tarde de segunda-feira (31) terminou o relacionamento. Assim, ela contou que mandou uma mensagem para ele, dizendo que não iria mais dar certo e queria terminar.

Então, logo após o termino o rapaz postou fotos íntimas da vítima em um grupo de WhatsApp. Com isso, o caso foi registrado como divulgação de cena de sexo ou pornografia. Ainda, se o crime é praticado por agente que mantém ou tenha mantido relação íntima de afeto com a vítima, ou com o fim de vingança ou humilhação.

Revenge porn

O crime, conforme denunciado pela vítima, de divulgação das imagens íntimas pode ter pena de reclusão de 1 a 5 anos. Além disso, há o aumento da pena nos casos de vingança, como o relatado pela mulher, em que a pena é aumentada de 1 a 2/3.

Jornal Midiamax