Polícia

Capturou e manteve aves silvestres em cativeiro porque gostava de ouvi-las cantar

Homem de 53 anos foi multado em R$ 3,5 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental) nesta terça-feira (12), depois de ser flagrado mantendo sete aves silvestres em cativeiro no distrito de Seringal, no município de Cassilândia, a 430 quilômetros de Campo Grande. Ao todo, eram cinco da espécie coleirinho, um da espécie bico-de-pimenta e um […]

Renan Nucci Publicado em 12/05/2020, às 18h36 - Atualizado às 18h46

Aves foram resgatadas e serão encaminhadas ao Cras, em Campo Grande. Foto: Divulgação
Aves foram resgatadas e serão encaminhadas ao Cras, em Campo Grande. Foto: Divulgação - Aves foram resgatadas e serão encaminhadas ao Cras, em Campo Grande. Foto: Divulgação

Homem de 53 anos foi multado em R$ 3,5 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental) nesta terça-feira (12), depois de ser flagrado mantendo sete aves silvestres em cativeiro no distrito de Seringal, no município de Cassilândia, a 430 quilômetros de Campo Grande.

Ao todo, eram cinco da espécie coleirinho, um da espécie bico-de-pimenta e um canário-da-terra. Nove gaiolas e um alçapão foram apreendidos no local. O infrator afirmou que havia capturado os pássaros em alçapões e os aprisionado porque gostava de ouvi-los cantar, mas não sabia que precisava de licença para tê-los em casa. 

Com ele também foi apreendida também uma espingarda de pressão marca Rossi. O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Cassilândia e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e multado. Os pássaros serão encaminhados ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres).

Jornal Midiamax