Polícia

Caminhoneiro é amarrado, colocado em porta-malas e mantido em cárcere por 9 horas durante roubo

Um caminhoneiro foi mantido em cárcere privado por cerca de 9 horas por três bandidos armados em um roubo de caminhão em Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande. Ele foi amarrado e colocado dentro do porta-malas de um dos carros dos bandidos. A vítima contou que foi contratado para fazer uma mudança na cidade […]

Thatiana Melo Publicado em 13/11/2020, às 07h43 - Atualizado às 12h12

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Um caminhoneiro foi mantido em cárcere privado por cerca de 9 horas por três bandidos armados em um roubo de caminhão em Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande. Ele foi amarrado e colocado dentro do porta-malas de um dos carros dos bandidos.

A vítima contou que foi contratado para fazer uma mudança na cidade de Corumbá, sendo que saiu de Bonito para fazer o trabalho para seu patrão, que disse que o contratante estaria esperando por ele próximo a um posto. Quando chegou no local combinado encontrou com um rapaz que se identificava como Júnior. O falso cliente entrou no caminhão e pediu para que o caminhoneiro fosse até outro local.

O local seria um buraco próximo a um batalhão da polícia onde mais três bandidos estavam. Eles se chamavam pelos apelidos de ‘Neguinho’, ‘Magrinho’, e ‘Páqueta’. Um dos bandidos fez disparos contra o chão e ordenou que a vítima deitasse. O homem foi amarrado e depois colocado dentro do porta-malas de um Fiesta, de cor vermelha, sendo levado para outro local onde foi amarrado a uma árvore.

A vítima ainda foi revistada e os bandidos levaram R$ 1.700. Segundo, o caminhoneiro os bandidos ficaram discutindo por algumas horas sobre o que fazer como caminhão. Depois de 9 horas, ele foi libertado pelos bandidos que esperaram a fronteira abrir para levar o caminhão.

Jornal Midiamax