Polícia

Briga entre detentos de penitenciária no Paraguai termina com membro do PCC morto a facadas

Um membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) acabou assassinado a facadas dentro de uma penitenciária de Cambyretá, em Assunção, no Paraguai fronteira como Brasil. Ele foi morto por outro membro da facção, um ‘irmão’. A briga dentro do pavilhão ocupado pelos integrantes do PCC começou na madrugada desta segunda-feira (16), sendo que […]

Thatiana Melo Publicado em 16/11/2020, às 07h47

(Foto: ABC Color)
(Foto: ABC Color) - (Foto: ABC Color)

Um membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) acabou assassinado a facadas dentro de uma penitenciária de Cambyretá, em Assunção, no Paraguai fronteira como Brasil. Ele foi morto por outro membro da facção, um ‘irmão’.

A briga dentro do pavilhão ocupado pelos integrantes do PCC começou na madrugada desta segunda-feira (16), sendo que segundo o site ABC Color estavam detidos na mesma cela, a vítima identificada como Francisco Raul Ortigoza Gonzales preso acusado de assassinar uma mulher e seus dois filhos, em 2005.

Junto dele estava o autor identificado como Jesus Ariel Romero Galeano, sendo que os homens haviam sido batizados recentemente na facção criminosa. Quando a briga na cela começou, Jesus aproveitou para desferir golpes com uma adaga artesanal em Francisco que morreu na penitenciária.

Após a morte do detento, os agentes fizeram uma varredura na penitenciária onde encontraram drogas, bebidas alcoólicas artesanais feitas com cascas de frutas e várias facas, também artesanais. De acordo com as autoridades paraguaias varreduras constantes serão feitas dentro do estabelecimento penal para desarmar os presos.

Jornal Midiamax