Polícia

Sem fiança, brasileiro sequestrado por engano na fronteira com MS é libertado

Teodoro Antune, de 50 ano, que foi levado por engano no lugar do patrão  foi libertado na madrugada desta terça-feira (2) em Capitan Bado. Segundo os familiares da vítima, ele foi solto sem o pagamento de resgate, que havia sido solicitado pelo sequestradores. Antunes foi deixado na localidade de Ara Vera, onde depois de pedir […]

Marcos Morandi Publicado em 03/11/2020, às 06h35 - Atualizado às 13h43

Capataz foi sequestrado por engano. (Foto: Divulgação).
Capataz foi sequestrado por engano. (Foto: Divulgação). - Capataz foi sequestrado por engano. (Foto: Divulgação).

Teodoro Antune, de 50 ano, que foi levado por engano no lugar do patrão  foi libertado na madrugada desta terça-feira (2) em Capitan Bado. Segundo os familiares da vítima, ele foi solto sem o pagamento de resgate, que havia sido solicitado pelo sequestradores.

Antunes foi deixado na localidade de Ara Vera, onde depois de pedir ajuda em uma residência entrou em contato com a família. O alvo dos sequestradores era o dono da propriedade rural onde ele trabalha.

A informação da libertação de Antunes foi confirmada também pelo responsável do Departamentos de Investigações da Polícia Nacional Feliciano Martinez que disse que não houve pagamento de resgate.

Este é o terceiro sequestro envolvendo proprietários rurais paraguaios e funcionários nos últimos meses. Em setembro o ex-vice presidente do Paraguai e seu capataz também foram vítimas. O político ainda permanece nas mãos dos sequestradores.

Jornal Midiamax