Na manhã desta sexta-feira (19), foi publicado no Diário Oficial do Estado o retorno ao serviço ativo da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul do coronel Waldir Ribeiro Acosta. Ex-comandante-geral, o coronel foi para a reserva remunerada oficialmente em 28 de maio.

Conforme a publicação, único ato assinado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nesta sexta-feira, é feita a convocação do coronel. A convocação passa a valer também a partir da data de publicação.

Reserva remunerada

Em 28 de maio, a ida do coronel Waldir Acosta para a reserva remunerada da PMMS foi publicada no Diário Oficial. Segundo a portaria publicada pela Ageprev (Agência de Previdência Social), Acosta foi transferido, a pedido, para a reserva remunerada da Polícia Militar com proventos integrais e paridade.

A portaria foi assinada pelo diretor-presidente da Ageprev, Jorge Oliveira Martins. Waldir Ribeiro Acosta foi para a reserva depois de 34 anos e três meses de carreira. A troca no comando da PM aconteceu no último dia 22, quando Acosta foi substituído pelo coronel Marcos Paulo Gimenez, que estava até então no comando do DOF (Departamento de Operações de Fronteira).