Polícia

‘Teve sorte que saiu viva’: após bater em carro, motociclista agride mulher e ameaça

Uma mulher de 36 anos foi agredida por um motociclista, na noite de quarta-feira (4), por um condutor que colidiu com seu carro, na Avenida Marquês de Olinda, no bairro Universitário, em Campo Grande. O homem também ameaçou a motorista de morte. Conforme a vítima, que preferiu não se identificar, ao sair para o cruzamento […]

Karina Campos Publicado em 05/11/2020, às 15h23 - Atualizado em 06/11/2020, às 09h40

Além da colisão, homem também chutava carro. (Foto: Leitor Midiamax)
Além da colisão, homem também chutava carro. (Foto: Leitor Midiamax) - Além da colisão, homem também chutava carro. (Foto: Leitor Midiamax)

Uma mulher de 36 anos foi agredida por um motociclista, na noite de quarta-feira (4), por um condutor que colidiu com seu carro, na Avenida Marquês de Olinda, no bairro Universitário, em Campo Grande. O homem também ameaçou a motorista de morte.

Conforme a vítima, que preferiu não se identificar, ao sair para o cruzamento da Avenida Guaicurus, percebeu que o motociclista bateu na lateral do carro Fiat Palio. Nervoso, ele desceu da moto e começou a agredi-la com tapas e socos.

“Fiquei imóvel e assustada. Ele só parou quando muitas pessoas pararam. Um senhor estava filmando, e ele também tentou agredi-lo. Os amigos pediam para ele parar e ir embora, mesmo saindo rindo. Ele me disse ‘você teve sorte que saiu viva’, e fugiu do local”, relata.

Ainda segundo ela, uma mulher chegou no local do acidente pedindo para não acionar a polícia, pois o marido estava nervoso e que pagaria pelo conserto do carro. “Se fosse um homem ao volante, provavelmente ele não teria feito isso”, lamenta.

O caso foi registrado na delegacia e está sendo investigado.

Jornal Midiamax