Polícia

Antes de morrer, rapaz esfaqueado várias vezes conta ao irmão quem foi autor do crime

Na madrugada desta quinta-feira (23), Luan Eduardo de Melo Tinoco Alves, de 22 anos, foi morto a facadas em Corguinho, a 96 quilômetros de Campo Grande. Ele sofreu vários ferimentos e antes de morrer contou para o irmão quem seria o autor do crime. Segundo o registro policial, a vizinha acionou a Polícia Militar pedindo […]

Renata Portela Publicado em 23/07/2020, às 10h00 - Atualizado às 16h15

Imagem ilustrativa (Arquivo)
Imagem ilustrativa (Arquivo) - Imagem ilustrativa (Arquivo)

Na madrugada desta quinta-feira (23), Luan Eduardo de Melo Tinoco Alves, de 22 anos, foi morto a facadas em Corguinho, a 96 quilômetros de Campo Grande. Ele sofreu vários ferimentos e antes de morrer contou para o irmão quem seria o autor do crime.

Segundo o registro policial, a vizinha acionou a Polícia Militar pedindo socorro, pois o rapaz estava todo ensanguentado. Assim, equipes socorristas foram até a casa, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Ainda conforme a polícia, o rapaz tinha várias perfurações por facada no tórax e abdômen, com exposição das vísceras e um corte no peito. Assim, o irmão de Luan contou que por volta da meia-noite ouviu barulhos na casa e os cachorros latindo. Então abriu a porta da cozinha e encontrou o irmão caído.

Antes de morrer, o rapaz contou para o irmão quem seria o autor do crime. Já a cunhada de Luan disse para a polícia que conseguiu ver ele chegando em casa cambaleando, com os ferimentos na barriga, indicando que o crime teria ocorrido nas proximidades.

Após as informações, foram feitas buscas pelo autor do crime, que não foi encontrado. O caso é tratado como homicídio simples e segue em investigação pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax