Polícia

Ameaçada de morte, jovem pula de moto para fugir de namorado drogado

Jovem de 19 anos precisou pular da moto conduzida pelo namorado, de 26, e se esconder em matagal após ser ameaçada de morte diversas vezes, na última sexta-feira (5), em Corumbá, distante 431 km de Campo Grande. “Hoje vou descarregar essa pistola em você”, teria dito o agressor. Equipe da Força Tática da Polícia Militar […]

Fábio Oruê Publicado em 05/12/2020, às 14h02

Comportamento chamou atenção dos policiais. (Imagem ilustrativa).
Comportamento chamou atenção dos policiais. (Imagem ilustrativa). - Comportamento chamou atenção dos policiais. (Imagem ilustrativa).

Jovem de 19 anos precisou pular da moto conduzida pelo namorado, de 26, e se esconder em matagal após ser ameaçada de morte diversas vezes, na última sexta-feira (5), em Corumbá, distante 431 km de Campo Grande. “Hoje vou descarregar essa pistola em você”, teria dito o agressor.

Equipe da Força Tática da Polícia Militar do município foi acionada após a tentativa de fuga. Ela contou à guarnição que o homem passou a madrugada fazendo usando droga e pela manhã, a agrediu com socos e chutes. Por volta das 13h, ambos saíram de moto para fazer cobranças de uma empresa do pai do autor.

Segundo o site Diário Corumbaense, o indivíduo saiu com uma pistola na cintura e durante o percurso fazia ameaças dizendo: “hoje vou descarregar essa pistola em você”. Assustada, a vítima pediu para que parasse um pouco na casa da mãe dela. Ele a deixou e retornou minutos depois. Neste momento, a mulher não viu mais a arma e retomou as cobranças com o autor.

Porém, as ameaças continuaram e ele disse que ia matá-la a pedradas e seguiu em direção à estrada da Bocaina, próximo a BR-262. Então, a vítima pulou da motocicleta e se escondeu em um matagal. Quando constatou que o acusado tinha ido embora, ela procurou ajuda em um sítio que fica na localidade e conseguiu acionar a PM.

Aos policiais, pediu que pegassem seu filho que estava aos cuidados da mãe do autor. A avó da criança afirmou que o casal tem tido desentendimento constante e entregou o menino à vítima.

A jovem apresentava hematomas no braço direito, no antebraço esquerdo e tinha escoriações nos joelhos e pés. Também se queixava de fortes dores nas costas devido aos chutes dados pelo autor.

O agressor não foi localizado e a guarnição encaminhou a vítima para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi registrado o boletim de ocorrência por lesão corporal dolosa e ameaça (violência doméstica).

Jornal Midiamax