Polícia

Presos tinham estoque de droga e até aparelho de Smart TV em presídio da Agepen

No início da tarde de terça-feira (11), agentes penitenciários encontraram várias porções de cocaína, balança e até um aparelho Chromecast em uma cela do IPCG (Instituto Penal de Campo Grande). Um dos presos se apresentou como proprietário do material. Segundo detalhes do registro feito na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, os agentes faziam […]

Renata Portela Publicado em 12/02/2020, às 07h18 - Atualizado às 18h16

Alexandre teria sido levado de volta ao Instituto Penal de Campo Grande (Divulgação)
Alexandre teria sido levado de volta ao Instituto Penal de Campo Grande (Divulgação) - Alexandre teria sido levado de volta ao Instituto Penal de Campo Grande (Divulgação)

No início da tarde de terça-feira (11), agentes penitenciários encontraram várias porções de cocaína, balança e até um aparelho Chromecast em uma cela do IPCG (Instituto Penal de Campo Grande). Um dos presos se apresentou como proprietário do material.

Segundo detalhes do registro feito na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, os agentes faziam vistoria de rotina, quando encontraram o buraco no chão da cela 4, no solário 3B do Pavilhão II. No ‘mocó’ estavam a balança de precisão, o Chromecast, 14 porções de cocaína e duas de maconha.

O Chromecast é um aparelho usado para transformar um aparelho de televisão comum em uma Smart TV, para que seja possível ter acesso a aplicativos como Netflix, Youtube, entre outros. Um dos presos, de 26 anos, assumiu a propriedade do material e foi indiciado por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax