Polícia

Advogado é executado por pistoleiros ao sair da casa da namorada na fronteira

O advogado Diego Rotela foi executado a tiros em Capitán Bado, cidade paraguaia que faz divisa com a sul-mato-grossense Coronel Sapucaia, cidade a 395 quilômetros de Campo Grande, na fronteira entre os dois países. O advogado foi abordado por pistoleiros que estavam em uma moto, quando saía da casa da namorada, na Rua 12 de […]

Diego Alves Publicado em 13/11/2020, às 23h39 - Atualizado às 23h41

Via WhatsApp
Via WhatsApp - Via WhatsApp

O advogado Diego Rotela foi executado a tiros em Capitán Bado, cidade paraguaia que faz divisa com a sul-mato-grossense Coronel Sapucaia, cidade a 395 quilômetros de Campo Grande, na fronteira entre os dois países.

O advogado foi abordado por pistoleiros que estavam em uma moto, quando saía da casa da namorada, na Rua 12 de Outubro, próximo ao Cerro Cora, no Bairro São Miguel.

Ele atingido com vários disparos de arma de nove milímetros. De acordo com o site Última Hora, ele trabalhava como advogado de Carlos Rubén Sánchez, vulgo Chicharõ, preso mais de uma vez e acusado na época pela Polícia Nacional e pela Senad de ser o principal operador no país vizinho de uma organização dedicada ao narcotráfico e lavagem de dinheiro dirigida por Luis Carlos Da Rocha, vulgo Cabeza Branca.

Sánchez também havia sido denunciado por ato de violência e arrogância de um grupo de políticos brasileiros. Supostamente, Sánchez e um grupo de capagangas interceptaram um caminhão em que se encontravam o denunciante Rudy Paetzold e outras pessoas.

O político Badeño também foi vítima de um atentado no ano passado na área conhecida como Piray, localizada a 30 quilômetros de Capitán Bado.

Segundo seu relato, cerca de dez homens com armas longas o atacaram a balas, enquanto ele se mobilizava a bordo de um veículo, na companhia de três a quatro outras pessoas.

Jornal Midiamax