Polícia

Acusado de matar namorada esfaqueada é levado para presídio

Foi preso neste sábado (29), na cidade de Coxim a 253 quilômetros de Campo Grande, Silvio Santos de Oliveira, de 43 anos, acusado de matar a facadas Fátima Aparecida de Moraes Brito, de 50 anos e por tentar matar sua filha Laudicéia Moraes Brito, de 20 anos, na madrugada de quinta-feira (27). Silvio foi preso […]

Thatiana Melo Publicado em 30/08/2020, às 09h31 - Atualizado às 09h45

(Foto: Coxim Agora)
(Foto: Coxim Agora) - (Foto: Coxim Agora)

Foi preso neste sábado (29), na cidade de Coxim a 253 quilômetros de Campo Grande, Silvio Santos de Oliveira, de 43 anos, acusado de matar a facadas Fátima Aparecida de Moraes Brito, de 50 anos e por tentar matar sua filha Laudicéia Moraes Brito, de 20 anos, na madrugada de quinta-feira (27).

Silvio foi preso em flagrante por volta de 10h20 deste sábado (29), na avenida Márcio de Lima Nantes. Ele tentava fugir para o Pantanal quando foi preso pelos policiais. Quando preso, Silvio confessou o crime que teria sido motivado opor ciúmes, segundo ele.

Ele teria um relacionamento com Fátima, sendo que no dia do crime estavam ingerindo bebida alcoólica na casa, sendo num determinado momento Silvio saiu para comprar mais cachaça, quando retornou, teria visto Fátima com outro homem, de acordo com o Coxim Agora.

Com ciúmes, ele teria iniciado uma discussão e em seguida partiu para cima da vítima tentando cortar seu cabelo com uma faca, ao ver a situação, a filha quis defender a mãe e acabou sendo esfaqueada nos braços. Em seguida, ela saiu correndo e pediu ajuda ao um vizinho que acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.

Momentos depois, a filha e o vizinho saíram na frente da casa e encontraram Fátima caída na calçada próximo a um supermercado, com várias lesões no tórax, inclusive com exposição das vísceras. Fátima morreu no local antes da chegada do socorro.

Após cometer o crime, o autor fugiu do local levando a faca do crime, que ele disse ter jogado próximo a uma árvore. Silvio foi indiciado pelo delegado Fernando Dantas por homicídio qualificado e feminicídio. Ele foi levado para o Estabelecimento Penal Masculino de Coxim, onde se encontra a disposição da justiça.

Jornal Midiamax