Polícia

Acusado de matar a sogra e balear a ex em 2010 é executado com tiro na cabeça

Cícero Adriano de Oliveira, 36, foi assassinado com um tiro na cabeça na Rua Antenor Félix no Bairro Odércio de Matos em Naviraí, cidade a 357 quilômetros de Campo Grande. Ainda não se sabe os motivos e como ocorreu o crime. Cícero é acusado de, em janeiro de 2010, matar a sogra Nadir Cardoso, de […]

Diego Alves Publicado em 10/06/2020, às 21h15 - Atualizado às 21h23

Vítima foi morta com um tiro na cabeça (Tá Na Mídia Naviraí)
Vítima foi morta com um tiro na cabeça (Tá Na Mídia Naviraí) - Vítima foi morta com um tiro na cabeça (Tá Na Mídia Naviraí)

Cícero Adriano de Oliveira, 36, foi assassinado com um tiro na cabeça na Rua Antenor Félix no Bairro Odércio de Matos em Naviraí, cidade a 357 quilômetros de Campo Grande. Ainda não se sabe os motivos e como ocorreu o crime.

Cícero é acusado de, em janeiro de 2010, matar a sogra Nadir Cardoso, de 47 anos, e balear a ex-mulher, na época com 19 anos em Ponta Porã, cidade a 314 quilômetros de Campo Grande.

O crime aconteceu na casa das vítimas no Jardim Universitário. Cícero havia ido à casa da sogra procurar sua ex-mulher, com quem tem três filhos, para tentar reatar o relacionamento. A ex-esposa dele havia sido levada pela mãe porque ele já teria batido nela e tentado matá-la a facada. Por esta razão, ela não aceitou voltar a conviver com o suspeito.

Irritado, ele sacou de um revólver calibre 38 e desferiu quatro tiros na sogra, que morreu na hora, atingida por três tiros no rosto e um no braço. A jovem ainda tentou proteger a mãe, mas foi baleada no abdômen.

Em segunda, segundo a mulher, Cícero teria se voltado para atirar em um dos filhos do casal, de um ano e oito meses, que estava na casa. Ela então correu para salvar o bebê e levou mais um tiro na perna.

Após ser preso, ele foi condenado pelos crimes e em, 2017, ele começou a cumprir pena em regime semiaberto e, em março deste ano passou à prisão domiciliar, publicou o site Tá Na Mídia Naviraí.

Jornal Midiamax