Polícia

Vítimas graves de esfaqueamento procuram socorro em quartel dos bombeiros

No início da manhã desta sexta-feira (13), duas vítimas de esfaqueamento procuraram ajuda no quartel do Corpo de Bombeiros da Costa e Silva na Vila Progresso. Homem e uma travesti, não identificados e que aparentavam ter entre 30 e 40 anos, disseram que foram vítimas de assalto. Segundo as informações dos militares, por volta das […]

Renata Portela Publicado em 13/12/2019, às 07h19

(Arquivo)
(Arquivo) - (Arquivo)

No início da manhã desta sexta-feira (13), duas vítimas de esfaqueamento procuraram ajuda no quartel do Corpo de Bombeiros da Costa e Silva na Vila Progresso. Homem e uma travesti, não identificados e que aparentavam ter entre 30 e 40 anos, disseram que foram vítimas de assalto.

Segundo as informações dos militares, por volta das 6 horas o homem chegou ao local bastante ferido, com pelo menos 10 facadas no tórax, abdômen, braços e pernas. Ele foi socorrido e colocado na viatura e logo em seguida a travesti chegou ao local. Ela também tinha ferimento por facada na mão e o que parecia ser uma pancada na cabeça.

Uma vítima não sabia que a outra estava no quartel e conforme os militares, os dois relataram que foram assaltados. Não há informação concreta sobre o que aconteceu, mas nas proximidades, a aproximadamente dois quarteirões na Rua Thomás Edson, havia marcas de sangue na calçada.

Polícia Militar foi acionada e há suspeita que as vítimas tenham se agredido ou que estavam juntas quando ocorreu o assalto. O caso será registrado na delegacia de área após a polícia colher informações com as vítimas, que foram encaminhadas para atendimento médico.

Jornal Midiamax