Polícia

‘Sacoleiro’ é preso por receptação ao vender roupas furtadas em carro roubado

Um homem de 24 anos foi preso e um adolescente de 17 apreendido na noite do sábado (11), após serem flagrados com mercadorias furtadas, tais como roupas e calçados. As mercadorias seriam fruto de crimes ocorrido há alguns dias, em Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, policiais do 1º BPM (Batalhão de […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 12/05/2019, às 08h45 - Atualizado às 12h10

Quantidade de mercadoria apreendida era tão grande que furgão foi necessário (Foto: Forca Tática do 1º BPM | Divulgação)
Quantidade de mercadoria apreendida era tão grande que furgão foi necessário (Foto: Forca Tática do 1º BPM | Divulgação) - Quantidade de mercadoria apreendida era tão grande que furgão foi necessário (Foto: Forca Tática do 1º BPM | Divulgação)

Um homem de 24 anos foi preso e um adolescente de 17 apreendido na noite do sábado (11), após serem flagrados com mercadorias furtadas, tais como roupas e calçados. As mercadorias seriam fruto de crimes ocorrido há alguns dias, em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais do 1º BPM (Batalhão de Polícia Militar) faziam ronda pela Avenida Salgado Filho, por volta das 20h do sábado, quando avistaram um veículo Corsa Classic, que apresentou restrição criminal. Durante a abordagem, o suspeito, um rapaz de 24 anos, não soube explicar a origem do veículo, no qual também estava, no porta-malas, grande quantidade de roupas novas, ainda com etiquetas, sobre as quais o suspeito afirmou trabalhar como vendedor.

'Sacoleiro' é preso por receptação ao vender roupas furtadas em carro roubado
(Foto: Forca Tática do 1º BPM | Divulgação)

A guarnição seguiu com a averiguação e deslocou-se até a casa do suspeito, onde volume de mercadoria ainda maior foi encontrado, tais como roupas de cama, peças de vestuário e calçados adultos e infantis. Foi quando o rapaz confessou que teria adquirido todos os produtos de um adolescente de 17 anos, suposto autor de furto há poucos dias, na Capital. O homem também confessou que estava revendendo as peças para amigos e em grupos de WhatsApp.

À polícia, ele também afirmou que o veículo seria do adolescente, morador do bairro Vila Nhanhá, que teria ficado com o veículo para facilitar as vendas como ‘sacoleiro’ e apontou à guarnição onde era a residência do comparsa. Ao chegar ao local, policiais foram recebidos pela tia da namorada do jovem, que autorizou a entrada da guarnição.

Segundo o boletim de ocorrência, o jovem de 17 anos estava em um quarto com a namorada e, após busca, policiais encontraram também uma munição calibre 38, que o suspeito disse “ter guardado de lembrança” após vender uma arma a um terceiro elemento.

Todo o material furtado localizado pelos policiais foi apreendido e encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, sendo necessário um furgão para o transporte das mercadorias, dentre as quais estavam 285 peças de roupa infantil, 84 pares de chinelos adultos, 71 bermudas, 54 saias, 261 blusas e 205 pares de sapato infantis.

A princípio, o caso oi registrado como receptação e será investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). O rapaz de 24 anos foi preso e deverá passar por audiência de custódia na segunda-feira (13). Já o adolescente foi apreendido e está aos cuidados da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude).

Jornal Midiamax