Polícia

Quase 2 anos depois, acusado de matar adolescente em boate no Centro-Oeste é preso

Um rapaz de 19 anos foi preso nesta quarta-feira (18), quase um ano e onze meses depois de matar um adolescente de 14 anos em uma boate, no Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande. Na época do crime, o suspeito tinha 17 anos. O assassinato aconteceu após uma briga porque a vítima teria paquerado uma menina. […]

Dayene Paz Publicado em 18/12/2019, às 16h31 - Atualizado em 19/12/2019, às 08h43

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação

Um rapaz de 19 anos foi preso nesta quarta-feira (18), quase um ano e onze meses depois de matar um adolescente de 14 anos em uma boate, no Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande. Na época do crime, o suspeito tinha 17 anos. O assassinato aconteceu após uma briga porque a vítima teria paquerado uma menina.

O suspeito foi preso por policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) da Polícia Civil em uma casa no Jardim São Conrado. Ele era considerado foragido da Justiça, após ter mandado de busca e apreensão expedido em seu desfavor pela Vara da Infância de Juventude de Campo Grande.

O suspeito foi encaminhado para a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância de Juventude), onde se encontra à disposição da Justiça.

O crime aconteceu na madrugada do dia 20 de janeiro de 2018. Sérgio Henrique, 14 anos, teria saído de casa escondido da mãe para ir até a boate, localizada na avenida Marajoara, no Jardim Centro-Oeste.

Testemunhas contaram duas versões sobre o crime. A primeira era de que o adolescente teria paquerado uma menina, quando o suspeito atirou. A outra versão de testemunhas, era de que o menino estava apenas dançando, quando foi atingido pelos disparos.

Sérgio foi atingido por três tiros, no quadril, braço e um terceiro tiro entrou pelo braço. No terceiro tiro, a bala ficou alojada no abdômen do rapaz. Ele não resistiu e morreu no local.

Jornal Midiamax