Polícia

Professor suspeito de ‘passar mão’ em alunas tem prisão decretada e está foragido

O professor de 48 anos suspeito de ‘passar a mão’ em alunas de uma escola particular em Ponta Porã – a 346 quilômetros de Campo Grande – teve a prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (27) e está foragido. Informações são de que a polícia faz buscas na tentativa de encontrá-lo depois de fugir para não […]

Thatiana Melo Publicado em 28/06/2019, às 06h25 - Atualizado em 29/06/2019, às 08h52

None

O professor de 48 anos suspeito de ‘passar a mão’ em alunas de uma escola particular em Ponta Porã – a 346 quilômetros de Campo Grande – teve a prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (27) e está foragido.

Informações são de que a polícia faz buscas na tentativa de encontrá-lo depois de fugir para não ser preso. Após os relatos de alunas da escola, foi decretada a prisão preventiva dele. O professor seria de Pernambuco, segundo o site Porã News.

Na quarta-feira (26), os pais de uma das meninas procurou a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) para registrar boletim de ocorrência. A vítima alegou que na terça-feira da semana passada, estava com colegas na cantina, quando o professor se aproximou e a tocou nas nádegas.

As estudantes ficaram sem reação. No dia seguinte, durante uma atividade, o suspeito e a garota ficaram sozinhos, oportunidade em que ele teria afirmado que a jovem gostou do assédio, tendo em vista que demorou a informar a coordenação. Em seguida, a estudante informou a direção.

O professor foi chamado para uma reunião com a coordenação, assim como a vítima. Em seguida, ele foi dispensado e a vítima conversou sozinha com outras professoras, oportunidade em que o caso foi levado ao conhecimento dos pais, e em seguida à polícia.

Além disso, o professor teria enviado mensagens de assédio a outras estudantes. De acordo com a polícia, outras jovens podem ter sido alvo.

Jornal Midiamax