Polícia

Polícia investiga envio de ameaças e fotos de mortos a 8 adolescentes

A Polícia Civil investiga ameaças feitas a oito adolescentes com idades entre 12 e 14 anos, de vários bairros de Campo Grande, por um desconhecido que envia fotos de pessoas mortas e armas avisando que serão as próximas vítimas. As ameaças tiveram início nesta segunda-feira (8). A delegada Anne Karine da Depca (Delegacia Especializada de […]

Thatiana Melo Publicado em 12/04/2019, às 11h33 - Atualizado em 15/04/2019, às 11h59

None

A Polícia Civil investiga ameaças feitas a oito adolescentes com idades entre 12 e 14 anos, de vários bairros de Campo Grande, por um desconhecido que envia fotos de pessoas mortas e armas avisando que serão as próximas vítimas. As ameaças tiveram início nesta segunda-feira (8).

A delegada Anne Karine da Depca (Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente) disse que o suposto autor seria um homem, que usa o número de um telefone estrangeiro. Uma das gravações entregues a polícia tem o áudio com a voz do autor.

Ainda segundo a delegada, o autor se utiliza do WhatsApp e do Instagran para fazer as ameaças mandando fotos de pessoas mortas e de armas avisando que o próximo na lista seria o adolescente. A polícia pediu a quebra do IP tanto do Instagran e do WhatsApp para tentar identificar o homem.

Prints das conversas enviadas para os adolescentes foram entregues à polícia. Segundo a delegada, o autor não teria feito nenhum tipo de exigência ou chantagem, como o envio de fotos nuas por parte das vítimas.

Ainda segundo Anne Karine, os adolescentes à princípio não teriam ligação entre si, mas poderiam se conhecer pelo Instagran ou participaram de grupos em comum do WhatsApp.

Jornal Midiamax