Polícia

Polícia identifica mulher encontrada seminua em córrego e investiga se houve estupro

A Polícia Civil já identificou a mulher encontrada morta no último domingo (3), em um córrego, no bairro Nova Lima, em Campo Grande. Familiares da vítima devem começar a ser ouvidos nesta quarta-feira (6). O delegado que cuida do caso Sérgio Luiz da 2º Delegacia de Polícia Civil disse ao Jornal Midiamax, que a mulher […]

Thatiana Melo Publicado em 06/02/2019, às 08h48 - Atualizado em 07/02/2019, às 08h56

None

A Polícia Civil já identificou a mulher encontrada morta no último domingo (3), em um córrego, no bairro Nova Lima, em Campo Grande. Familiares da vítima devem começar a ser ouvidos nesta quarta-feira (6).

O delegado que cuida do caso Sérgio Luiz da 2º Delegacia de Polícia Civil disse ao Jornal Midiamax, que a mulher tinha 31 anos, mas a identificação dela não poderia ser fornecida, por enquanto. Moradores da região onde o corpo foi encontrado já foram ouvidos, mas não informaram nada relacionado ao caso.

Ainda de acordo com o delegado, familiares da vítima devem ser ouvidos ainda nesta quarta-feira (6) para tentar esclarecer o caso. Laudos ainda devem apontar se a mulher teria sido estuprada ou não, já que estava com a calcinha abaixada.

O corpo foi encontrado por moradores que tomavam banho no rio. A princípio, as testemunhas acharam que fosse um travesseiro boiando. No entanto, eles se aproximarem e perceberam que era corpo de uma mulher. Ela estava com as mãos e pés amarrados.

Jornal Midiamax