Polícia

Polícia é acionada depois de ameaça de massacre em escola estadual de Campo Grande

A polícia de Campo Grande foi acionada nesta quarta-feira (10), depois de uma ameaça de massacre em uma escola estadual, no bairro Coophavila II. As ameaças estariam circulando em grupo de WhatsApp. A ameaça teria acontecido por volta das 17 horas desta quarta (10), quando em vários grupos de WhatsApp, tanto interno da escola estadual […]

Thatiana Melo Publicado em 11/04/2019, às 06h55 - Atualizado às 11h12

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

A polícia de Campo Grande foi acionada nesta quarta-feira (10), depois de uma ameaça de massacre em uma escola estadual, no bairro Coophavila II. As ameaças estariam circulando em grupo de WhatsApp.

A ameaça teria acontecido por volta das 17 horas desta quarta (10), quando em vários grupos de WhatsApp, tanto interno da escola estadual como externo, que nesta quinta-feira (11) durante o intervalo “sete moleques de preto vão no Scampini e vai ter massacre na hora do recreio”.

Com receio a direção da escola registrou o boletim de ocorrência e também já teria informado a SES (Secretaria Estadual de Educação) sobre o ocorrido. Ainda não foi possível identificar o autor das mensagens.

Jornal Midiamax