Polícia

Polícia descarta ataque e identifica autores de ameaças a universitários na fronteira

Identificados autores de ameaças a estudantes brasileiros na fronteira com o Paraguai. O ‘terror’ começou após recentes ataques de pistoleiros na região de Pedro Juan Caballero e as ameaças foram feitas por meio de um aplicativo de mensagens instantâneas. Os autores devem ser convocados a depor nos próximos dias. Segundo o Porã News, as investigações […]

Maisse Cunha Publicado em 30/03/2019, às 08h14 - Atualizado às 17h05

Polícia concluiu que ameaçam seriam apenas para causar pânico nos estudantes (Foto: Reprodução/web)
Polícia concluiu que ameaçam seriam apenas para causar pânico nos estudantes (Foto: Reprodução/web) - Polícia concluiu que ameaçam seriam apenas para causar pânico nos estudantes (Foto: Reprodução/web)

Identificados autores de ameaças a estudantes brasileiros na fronteira com o Paraguai. O ‘terror’ começou após recentes ataques de pistoleiros na região de Pedro Juan Caballero e as ameaças foram feitas por meio de um aplicativo de mensagens instantâneas. Os autores devem ser convocados a depor nos próximos dias.

Segundo o Porã News, as investigações tiveram início assim que o serviço de inteligência detectou áudios suspeitos em grupo de WhatsApp. Após a classificação, a polícia começou a monitorar aos autores, mas concluiu que as ameaças eram falsas, com intuito apenas de causar pânico nos acadêmicos.

A localização foi possível graças a triangulação dos números que enviaram os áudios. Quem repassou, ainda conforme Porã News, também pode ter problemas com a polícia. Eles também serão convocados a prestar esclarecimentos sobre o reenvio das mensagens suspeitas.

Jornal Midiamax