Polícia

Polícia apreende 100 cartões bancários de índios retidos por comerciantes

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira, em Dourados e Caarapó, a operação Livre Arbítrio, a fim de recuperar cartões de benefícios de indígenas retidos por estabelecimentos comerciais. Ao todo, participaram 30 policiais, com apoio das de Laguna Carapã, Juti e Rio Brilhante. Segundo as investigações, os comerciantes detinham os documentos para subtrair valores e garantir […]

Renan Nucci Publicado em 25/04/2019, às 18h45 - Atualizado em 26/04/2019, às 08h48

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira, em Dourados e Caarapó, a operação Livre Arbítrio, a fim de recuperar cartões de benefícios de indígenas retidos por estabelecimentos comerciais. Ao todo, participaram 30 policiais, com apoio das de Laguna Carapã, Juti e Rio Brilhante.

Segundo as investigações, os comerciantes detinham os documentos para subtrair valores e garantir o pagamento de compras feitas pelos índios. Desta forma, acabavam por tirar liberdade de escolha das vítima de onde comprar, além de sujeitá-los a preços abusivos e descontos indevidos.

A operação cumpriu sete mandados de busca e apreensão. Foram apreendidos mais de 100 cartões bancários, documentos de identificação como RGs, carteiras de trabalho, CPF, dentre outros.

Foram autuados os responsáveis pelos estabelecimentos, que podem responder pelos crimes de estelionato em detrimento de instituições financeiras e furto, além do crime de retenção de benefícios de idosos, apropriar ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, previstos no Estatuto do Idoso, bem como contravenção penal por reter os documentos de identificação.

Jornal Midiamax