Polícia

Polícia aguarda laudos de ossada encontrada no Parque dos Poderes e ouve testemunhas

A Polícia Civil ainda aguarda laudos encaminhados à perícia da ossada encontrada no dia 1º de setembro deste ano, em um terreno de propriedade particular, localizado na Avenida do Poeta, Parque dos Poderes, em Campo Grande. A perícia fez os levantamentos no local e a ossada foi encaminhada para exames, que possam levar a identificação. “Precisamos […]

Dayene Paz Publicado em 26/09/2019, às 17h06

Terreno onde a ossada foi encontrada. (Mayara Bueno, Midiamax)
Terreno onde a ossada foi encontrada. (Mayara Bueno, Midiamax) - Terreno onde a ossada foi encontrada. (Mayara Bueno, Midiamax)

A Polícia Civil ainda aguarda laudos encaminhados à perícia da ossada encontrada no dia 1º de setembro deste ano, em um terreno de propriedade particular, localizado na Avenida do Poeta, Parque dos Poderes, em Campo Grande.

A perícia fez os levantamentos no local e a ossada foi encaminhada para exames, que possam levar a identificação. “Precisamos confirmar se é humana, se é de um homem ou mulher, ainda não temos essa informação”, explicou o delegado Jeferson Rosa Dias, titular da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.

A polícia também deve ouvir os policiais que estiveram no local e as testemunhas que encontraram os restos mortais. O delegado Carlos Eduardo Millan é quem deve ficar à frente das investigações.

A ossada foi encontrada por populares na tarde de domingo, 1° de setembro, enterrada em um terreno particular que, durante a semana, pode ter sido queimado. No dia 23 de agosto um incêndio de grandes proporções ocorreu na área próxima ao local onde a ossada foi achada.

A polícia informou que, como o terreno foi queimado, boa parte dos vestígios foi apagada, mas havia uma fratura no crânio.

Jornal Midiamax