Polícia

Pescadores paulistas são presos transportando 100 kg de pescado em ônibus em MS

Cinco pescadores paulistanos foram presos no final da tarde desta sexta-feira (27) pelo ato ilegal de pesca e transporte de produto da pesca predatória. Naturais de São José do Rio Preto, os pescadores estavam carregando em um ônibus aproximadamente 100 kg de pescado que foram capturados no rio Taquari, em Coxim, distante a 255 quilômetros […]

Vinícius Costa Publicado em 28/09/2019, às 19h20 - Atualizado em 30/09/2019, às 09h07

(Divulgação, PMA)
(Divulgação, PMA) - (Divulgação, PMA)

Cinco pescadores paulistanos foram presos no final da tarde desta sexta-feira (27) pelo ato ilegal de pesca e transporte de produto da pesca predatória. Naturais de São José do Rio Preto, os pescadores estavam carregando em um ônibus aproximadamente 100 kg de pescado que foram capturados no rio Taquari, em Coxim, distante a 255 quilômetros de Campo Grande.

A abordagem aconteceu em uma rodovia que liga os trechos das cidades de Alcinópolis e Costa Rica. Durante a verificação dentro do ônibus, agentes da PMA (Polícia Militar Ambiental) encontraram várias caixas isotérmicas que estavam no porta-malas do veículo.

Como a cota por pescador amador é de 5 kg, mais um exemplar, com possível acréscimo de cinco exemplares de peixe da espécie piranha, os cinco infratores poderiam ter no máximo em torno de 30 kg de pescado, pelas espécies de peixes encontradas. O pescado apreendido será doado para instituições filantrópicas.

Os infratores, de 53, 56, 57, 62 e 74 anos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, onde foram autuados em R$ 5,5 mil cada pelo crime de pesca e transporte de produto da pesca predatória. Eles foram liberados logo após pagar a fiança, mas responderão pelo crime com possibilidade de reclusão de um a três anos.

Jornal Midiamax