Polícia

Organizada nega envolvimento de torcidas em briga com tiros em conveniência

A Força Jovem Vasco, torcida organizada do Vasco da Gama em Campo Grande, divulgou nota afirmando que a briga ocorrida em uma conveniência na madrugada de segunda-feira (16) não tem ligação com torcidas. A princípio a informação que chegou até a polícia no dia da ocorrência foi de uma briga entre torcidas do Vasco e […]

Renata Portela Publicado em 18/12/2019, às 10h47 - Atualizado às 13h34

Caso segue em investigação pela 5ª DP (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Caso segue em investigação pela 5ª DP (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Caso segue em investigação pela 5ª DP (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

A Força Jovem Vasco, torcida organizada do Vasco da Gama em Campo Grande, divulgou nota afirmando que a briga ocorrida em uma conveniência na madrugada de segunda-feira (16) não tem ligação com torcidas. A princípio a informação que chegou até a polícia no dia da ocorrência foi de uma briga entre torcidas do Vasco e Corinthians

Na nota oficial, a Força Jovem afirma que o fato não tem qualquer ligação com brigas entre torcidas organizadas, envolvendo também a Pavilhão 9 e que este fato foi divulgado erroneamente. No entanto, os quatro homens que estavam na conveniência e foram feridos por disparos de arma de fogo na briga são membros da organizada.

No boletim de ocorrência gerado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, no dia da briga, havia a informação explícita do envolvimento das duas torcidas, Força Jovem e Pavilhão 9. O caso segue em investigação e, nesta quarta-feira (18), o cabo da Polícia Militar que seria o autor dos disparosse apresentou na 5ª Delegacia para prestar depoimento.

Confira na íntegra as notas das torcidas

ESCLARECIMENTO

A liderança da FORÇA JOVEM VASCO 46ª FAMÍLIA, MATO GROSSO DO SUL, SEDE CAMPO GRANDE, vem por meio desta nota prestar maiores esclarecimentos sobre fato ocorrido na madrugada do domingo no dia 15/12/2019.

Esclarecemos que 04 (quatro) integrantes estavam em uma conveniência da cidade, quando por volta das 00h/00h:20minutos houve um desentendimento com homem que estava presente no local, o qual possuía arma de fogo e efetuou diversos disparos. Este cidadão ainda não foi identificado mas, as Polícias Civis e Militares já estão apurando todos os fatos e fazendo as investigações necessárias para a resolução do caso.

Ressaltamos, que este fato ocorrido, não possui ligação nenhuma com brigas entre torcidas organizadas, envolvendo a FJV ou a Pavilhão 9, como erroneamente vêm sendo divulgado pelas mídias.

Nossos integrantes continuam internados na Santa Casa, o quadro dos 4 integrantes os quais não divulgaremos os nomes, é estável porém necessitarão de cirurgia ortopédica, uma vez que os ferimentos atingiram parte dos membros inferiores (pernas e pés).

Pedimos encarecidamente, que esta NOTA OFICAL seja divulgada e compartilhada para o máximo de pessoas possíveis para evitar Fake News, como ocorreu anteriormente.

Nota do Pavilhão 9

 Repudiamos atitudes como essa, não somos e nunca seremos coniventes com algo desse tipo e, por isso, as medidas cabíveis serão tomadas. Caso os autores desse fato sejam realmente sócios da torcida, serão punidos com a expulsão da torcida, conforme determina nosso estatuto social

Jornal Midiamax