Mulher que matou marido na frente dos filhos vai a júri popular

Ana Paula Rocha da Silva Oliveira vai a júri popular por matar a facadas o marido Ednei Moura de Oliveira Rocha, na frente dos filhos, em Campo Grande, por ciúmes. O juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, proferiu pronúncia contra a acusada, no entanto ainda não há data […]
| 21/08/2019
- 21:29
Ilustrativa
Ilustrativa - Ilustrativa

Ana Paula Rocha da Silva Oliveira vai a júri popular por matar a facadas o marido Ednei Moura de Oliveira Rocha, na frente dos filhos, em Campo Grande, por ciúmes. O juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, proferiu pronúncia contra a acusada, no entanto ainda não há data para o julgamento. A mulher responde por qualificado por motivo fútil.

Consta nos autos do processo que o casal tem dois filhos. No dia 4 de agosto de 2018, Ana Paula voltava do trabalho quando viu o marido bebendo em um bar perto de casa, na região do Jardim Santa Emília. Em razão de suspeitar que estava sendo traída, ela foi ao estabelecimento e iniciou discussão com Edinei, desentendimento que durou no caminho para o lar.

Ao chegarem na residência, Ana Paula entrou no imóvel, pegou uma faca e então atacou o marido que estava na porta, na frente dos filhos. O homem cambaleou até uma cadeira de fios, onde ficou até morrer. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas quando chegou a vítima já estava morta. “

“Ressalta-se que o crime foi cometido por motivo fútil, já que a denunciada ceifou a vida da vítima em virtude de suspeitar que esta estivesse lhe traindo, bem como pelo fato de Edinei demasiadamente ingerir bebidas alcoólicas,denotando uma avantajada desproporção entre a motivação e o crime praticado”, entendeu o Ministério Público ao formalizar denúncia.

Veja também

Com os três adolescentes foram recuperados os dois veículos subtraídos, vários objetos pessoais da vítima

Últimas notícias