Polícia

Ladrão é ferido a tiro ao tentar furtar piscina de 8 mil litros em Campo Grande

Na madrugada desta segunda-feira (16), furto de uma piscina de 8 mil litros terminou com dois rapazes detidos em flagrante, um deles ferido a tiro supostamente pela vítima do furto. O caso aconteceu em uma residência no Jardim Montevidéu, em Campo Grande. O morador da residência, de 66 anos, estava dormindo por volta da meia-noite […]

Renata Portela Publicado em 16/12/2019, às 06h56 - Atualizado às 11h06

Piscina foi levada na Saveiro (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Piscina foi levada na Saveiro (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Piscina foi levada na Saveiro (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Na madrugada desta segunda-feira (16), furto de uma piscina de 8 mil litros terminou com dois rapazes detidos em flagrante, um deles ferido a tiro supostamente pela vítima do furto. O caso aconteceu em uma residência no Jardim Montevidéu, em Campo Grande.

O morador da residência, de 66 anos, estava dormindo por volta da meia-noite quando ouviu barulhos no terreno baldio ao lado da casa e também dentro da propriedade dele. Quando saiu para verificar o que estava acontecendo, viu um grupo de pessoas em uma Saveiro e um HB20.

Na traseira da Saveiro estava a piscina de 8 mil litros da casa do idoso. Os bandidos fugiram e o motorista do HB20 ainda teria voltado ao local e tentado atropelar a vítima. O morador ligou para a Polícia Militar e equipe do 9º Batalhão foi até a residência, onde encontrou a vítima discutindo com Wendreon Maycon Figueira de Barros, de 23 anos.

A vítima contou que foi furtada e estava sofrendo ameaças. Wendreon confirmou o furto e disse que o idoso tinha atirado no comparsa dele, que estava internado na Santa Casa. Os militares buscaram por arma de fogo na residência, mas não encontraram.

Ladrão é ferido a tiro ao tentar furtar piscina de 8 mil litros em Campo Grande
Picape foi abandonada após pneu estourar (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

A equipe policial foi até a Unidade de Saúde do Nova Bahia, onde encontrou a Saveiro já sem a piscina, que não foi localizada. Wendreon confessou que usou a Saveiro para socorrer o amigo e durante o trajeto um dos pneus estourou, por isso o veículo permaneceu abandonado no pátio do posto de saúde.

Foi dada voz de prisão a Wendreon e o comparsa dele foi identificado como Diego Cardoso Pereira Carrilho, de 33 anos, que foi autuado em flagrante. Na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, o proprietário dos veículos afirmou que deixou os carros em uma funilaria, para que fossem pintados e não autorizou que os funcionários utilizassem os automóveis.

O caso é tratado como furto qualificado, apropriação indébita e ainda tentativa de homicídio.

Jornal Midiamax