Polícia

Juri com 5 homens rejeita feminicídio e mulher que matou a namorada pega 6 anos de cadeia

Acusada de matar a namorada Laura Regina de Souza Ortiz, de 20 anos, Scarlet Maciel da Silva foi condenada a seis anos de prisão, em regime semiaberto, em julgamento nesta segunda-feira (11). O juri, formado por cinco homens e duas mulheres, afastou a qualificadora de feminicídio, entendendo que não se enquadrava no caso, já que foi cometido por […]

Dayene Paz Publicado em 11/03/2019, às 16h37 - Atualizado em 08/07/2020, às 12h39

O crime aconteceu em 2015, no Jardim Bálsamo.
O crime aconteceu em 2015, no Jardim Bálsamo. - O crime aconteceu em 2015, no Jardim Bálsamo.

Acusada de matar a namorada Laura Regina de Souza Ortiz, de 20 anos, Scarlet Maciel da Silva foi condenada a seis anos de prisão, em regime semiaberto, em julgamento nesta segunda-feira (11). O juri, formado por cinco homens e duas mulheres, afastou a qualificadora de feminicídio, entendendo que não se enquadrava no caso, já que foi cometido por uma mulher.

“O crime de feminicídio acontece por condição de gênero, por ódio da vítima ser mulher, o que não aconteceu neste caso”, afirmou o defensor público Gustavo Henrique Pinheiro. Já o Ministério Público sustentou que o caso se enquadrava no feminicídio por se tratar de violência contra a mulher e que a vítima mantinha uma relação com a acusada.

Por fim, a Justiça condenou a ré a seis anos. Scarlet não estava presente no julgamento, já que atualmente reside no Espirito Santo. Até a finalização do trâmite, ela aguarda em liberdade.

O crime aconteceu em 2015 no Jardim Bálsamo, após uma briga. Na época, Scarlet teria dito que discutiu com Laura quando as duas estavam em um bar. Ela teria recebido uma cantada, de um homem que estava no local, e Laura se sentiu ofendida e revidou jogando um copo de cerveja.

A suspeita afirma que achou desnecessário o comportamento da companheira e as duas começaram a discutir. Elas voltaram para casa, na moto da vítima, e ao chegar à residência a discussão continuou partindo para agressão. Segundo o relato, Laura agrediu Scarlet com tapas e mordidas e em seguida arrastou a companheira para a rua.

Ao passar pela cozinha, Scarlet pegou uma faca de serra, que utilizou para esfaquear a vítima. Laura foi atingida com golpes no abdome, braço e queixo. Scarlet diz que a companheira caiu no chão e que ela fugiu em seguida. A casa onde elas moravam estava com várias marcas de sangue e para a polícia, a vítima teria sido arrastada até o sofá, onde foi encontrada morta.

Jornal Midiamax