Polícia

Jovem diz para guardas que ‘não tem homem para tira-lo da praça’ e acaba detido

Um jovem de 23 anos acabou na Delegacia após se recusar a sair da praça Antônio João, na madrugada deste sábado (15), em Dourados. Guardas Municipais pediram que o grupo em que o rapaz estava fosse beber em outro lugar porque o local ia ser limpo, mas ele se negou e respondeu que “não ia […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 15/06/2019, às 10h18 - Atualizado às 13h47

Foto: Divulgação / Prefeitura
Foto: Divulgação / Prefeitura - Foto: Divulgação / Prefeitura

Um jovem de 23 anos acabou na Delegacia após se recusar a sair da praça Antônio João, na madrugada deste sábado (15), em Dourados. Guardas Municipais pediram que o grupo em que o rapaz estava fosse beber em outro lugar porque o local ia ser limpo, mas ele se negou e respondeu que “não ia ter homem para tira-lo dali”.

Conforme boletim de ocorrência, a Guarda Municipal estava fazendo rondas na praça após a festa junina quando encontrou um grupo bebendo no local. Quando os agentes se aproximaram, o jovem começou a falar que não podia ser preso porque não estava dirigindo e disse que não ia entregar os documentos “porque não estava fazendo nada demais”.

Os guardas pediram para que os amigos fossem beber em outro local, já que a Praça iria ser limpa. Neste momento, o rapaz enfrentou os agentes e disse que “não teria homem para tira-lo dali”. Ele foi algemado e encaminhado para a Delegacia Civil.

Jornal Midiamax