Polícia

Presos do PCC são transferidos de penitenciária após ameaça de motim na fronteira

Na noite desta quinta-feira (21) oito presos integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) foram transferidos da Penitenciária Regional de Missiones, no Paraguai depois de uma tentativa de motim. Eles foram transferidos para outra penitenciária no Paraguai. Foram transferidos Idalino Lunas Cubas, Juan Ramón Zarza, Juan Picos, Bartolo Antônio, Sérgio Ariel Res...

Thatiana Melo Publicado em 22/03/2019, às 07h59 - Atualizado às 12h52

None

Na noite desta quinta-feira (21) oito presos integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) foram transferidos da Penitenciária Regional de Missiones, no Paraguai depois de uma tentativa de motim. Eles foram transferidos para outra penitenciária no Paraguai.

Foram transferidos Idalino Lunas Cubas, Juan Ramón Zarza, Juan Picos, Bartolo Antônio, Sérgio Ariel Resquin, José Adrian Chavez, Braian Tadeo, Enrique Sebastian. Ao perceber a tentativa de motim, os guardas agiram de forma rápida para conter a rebelião.

Os integrantes da facção foram transferidos para a penitenciária Encarnação Regional, segundo o site ABC Color. No dia 7 de março, um motim em uma penitenciária em Coronel Oviedo, no Paraguai,um guarda foi feito refém por integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

O guarda teve o rosto cortado com faca e pés e mãos amarrados pelos detentos. Os detentos ainda teriam relatado o motim devido aos maus-tratos sofridos pelos guardas do presídio.

Jornal Midiamax