Polícia

Incêndio em casa termina com descoberta de menina abusada com consentimento da mãe

Um incêndio em residência na manhã deste sábado (2) terminou com a descoberta de estupro de uma adolescente de 13 anos em Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande. A dona da residência e a filha foram para a delegacia, quando a adolescente denunciou a própria mãe. A mulher é acusada de permitir o estupro […]

Mylena Rocha Publicado em 02/02/2019, às 10h16 - Atualizado em 03/02/2019, às 15h15

Foto: Divulgação/Sidrolândia News
Foto: Divulgação/Sidrolândia News - Foto: Divulgação/Sidrolândia News

Um incêndio em residência na manhã deste sábado (2) terminou com a descoberta de estupro de uma adolescente de 13 anos em Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande. A dona da residência e a filha foram para a delegacia, quando a adolescente denunciou a própria mãe. A mulher é acusada de permitir o estupro da filha em troca de dinheiro.

De acordo com apuração do Sidrolândia News, tudo começou quando o Corpo de Bombeiros foi chamado para conter as chamas em uma casa. Enquanto apagavam o fogo, um homem de 25 anos, aparentemente embriagado, atrapalhou o trabalho dos militares.

Incêndio em casa termina com descoberta de menina abusada com consentimento da mãe
Segundo a adolescente, homem de 25 anos era seu ‘namorado’. (Foto: Divulgação PM)

No caso, a Polícia Militar foi acionada para conter o homem, que estava com uma faca na cintura. Segundo informações, ele seria o ‘namorado’ de uma adolescente de 13 anos, filha da proprietária da casa. Testemunhas disseram que foi ele quem ateou fogo na residência. Mais tarde, a adolescente confessou que o incêndio começou durante uma discussão por ciúmes.

Com a chegada da dona da casa, os três começaram a brigar, quando foram levados para a Delegacia de Polícia Civil. Conforme apurou o Sidrolândia News, ao chegar à delegacia, a menor denunciou a própria mãe na presença do Conselho Tutelar. Ela afirmou que a mãe permitia que fosse estuprada pelo padrasto e que a situação se repetiu até que ela completasse 11 anos.

A menor ainda contou que sua mãe trazia vários homens para casa, quando era estuprada em troca de dinheiro. A Policia Civil vai investigar o caso, que foi registrado como Dano Qualificado e Estupro de Vulnerável.

Jornal Midiamax