Polícia

Homem é preso após furtar R$ 156 em peças de picanha de hipermercado

Um homem de 49 anos foi preso no final da tarde desse sábado (3), em um hipermercado localizado na Rua Marcelino Pires, Jardim Caramaru, em Dourados. Com ele foi encontrado quatro embalagens à vácuo de picanha fatiada, totalizando o valor de R$ 156,88. Conforme informações do boletim de ocorrência, funcionários haviam detido um homem pela […]

Mariana Rodrigues Publicado em 04/08/2019, às 10h21 - Atualizado às 10h25

Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News
Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News - Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News

Um homem de 49 anos foi preso no final da tarde desse sábado (3), em um hipermercado localizado na Rua Marcelino Pires, Jardim Caramaru, em Dourados. Com ele foi encontrado quatro embalagens à vácuo de picanha fatiada, totalizando o valor de R$ 156,88.

Conforme informações do boletim de ocorrência, funcionários haviam detido um homem pela prática de furto. Um dos funcionários informou aos policiais que o autor teria furtado quatro embalagens de picanha, retirado o preço das embalagens, colocado dentro de uma sacola e escondido embaixo de um pallet localizado na seção de carnes.

Os funcionários ficaram observando a ação do autor, momento em que viram ele pegar novamente a sacola com as carnes que havia escondido e ir em direção ao caixa, eles viram que o mesmo não iria pagar pelas peças de picanha já que estava na saída, quando foi abordado.

O autor estava com quatro peças de picanha fatiada e separado das embalagens havia quatro etiquetas de preços nos valores de R$ 38,71, R$ 44,59, R$ 41,01 e R$ 32,57, totalizando o valor de R$ 156,88, essas etiquetas foram retiradas dos produtos que estavam de posse do autor.

Questionado, ele disse que havia furtado os produtos para consumo próprio, pois estava desempregado e não possuía dinheiro para se alimentar.

Os produtos, por serem perecíveis, não foram encaminhados para a delegacia, sendo entregues para os responsáveis pelo estabelecimento. Diante dos fatos, o autor foi detido e conduzido sem lesões para providências necessárias.

Jornal Midiamax