Polícia

Aluno de 18 anos acaba na delegacia por ameaçar massacre em grupos de WhatsApp

Nesta quarta-feira (10), um garoto de 18 anos foi levado para a delegacia depois de espalhar ameaças de massacre em uma escola estadual de Campo Grande, em grupos de WhatsApp. Ele teria chorado na delegacia dizendo que era só brincadeira. A polícia foi chamada por volta das 20h50 quando se descobriu as ameaças feitas através […]

Thatiana Melo Publicado em 11/04/2019, às 07h15 - Atualizado às 11h14

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

Nesta quarta-feira (10), um garoto de 18 anos foi levado para a delegacia depois de espalhar ameaças de massacre em uma escola estadual de Campo Grande, em grupos de WhatsApp. Ele teria chorado na delegacia dizendo que era só brincadeira.

A polícia foi chamada por volta das 20h50 quando se descobriu as ameaças feitas através de uma rede WiFi, na escola estadual, onde estava “massacre Hércules às 20h30”.

Os militares foram até a escola e através de um aplicativo chamado Analyzer, que consegue através de um radar identificar de onde partiu as mensagens encontrou o garoto que havia espalhado as mensagens de massacre. Ele foi levado para a delegacia.

Na delegacia, o garoto chegou a chorar dizendo que era só uma brincadeira e que não sabia à proporção que o caso tomaria. O celular dele foi apreendido e será periciado. Ele foi ouvido e liberado.

Jornal Midiamax