Polícia

Ex-piloto de Rafaat é transferido após ameaça de ataque a hospital

O ex-piloto do narcotraficante Jorge Rafaat, Fernando Olmedo, foi transferido de hospital nesta quinta-feira (28), depois de ameaça de novo ataque. Seu estado de saúde é considerado estável. Fernando foi ferido a tiros nas costas quando estava em uma pista de motocross, na noite de quarta (27), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o […]

Thatiana Melo Publicado em 29/03/2019, às 07h45 - Atualizado às 13h55

None

O ex-piloto do narcotraficante Jorge Rafaat, Fernando Olmedo, foi transferido de hospital nesta quinta-feira (28), depois de ameaça de novo ataque. Seu estado de saúde é considerado estável.

Fernando foi ferido a tiros nas costas quando estava em uma pista de motocross, na noite de quarta (27), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Paraguai. Durante o ataque o médico, Sandro Lugo de 45 anos, morreu. Nesta quinta (28) estudantes fizeram uma manifestação, segundo o site ABC Color.

Três caminhões cercaram a pista de motocross e 12 pistoleiros saíram para a execução de Fernando Olmedo. Os autores teriam fugido em direção ao lado brasileiro.

Em 2015, Fernando sofreu um atentado sendo ferido com dois tiros na cabeça.

Execução de Rafaat

Jorge Rafaat Toumani foi executado com mais de 16 tiros e teve morte instantânea na noite doa dia 15 de junho de 2016, em Pedro Juan Caballero, na fronteira. Os autores do assassinato do narcotraficante usaram armas de grosso calibre para o crime, fuzis AK 47, Mag antiaérea e metralhadoras. Os suspeitos estariam em três veículos.

As armas furaram a blindagem do Jipe Hummer ocupado por Rafaat. Várias outras pessoas teriam ficado feridas, dentre elas um policial identificado como Jorge Espindola. Um dos seguranças de Rafaat morreu durante o tiroteio, que durou mais de 20 minutos.

Jornal Midiamax